Back Cover
Espiar

A natureza agredida Pede pra ser respeitada

Neste livro Moreira de Acopiara relembra sua adolescência, quando desfrutava da riqueza e da diversidade da nossa fauna e da nossa flora. Com pesar, ele menciona pássaros que já não cantam como antes, peixes, répteis e mamíferos que estão escassos, abelhas que produzem menos mel e algumas árvores que podem estar em risco de extinção. “Sem energia elétrica, minhas diversões de moleque eram tomar banho de açude e observar os passarinhos que iam bicar as plantas no terreiro de casa. Acho que com esse livro os leitores vão ter uma idéia de como é levar a vida bem perto da natureza, vão ver como ela é rica e variada e espero que o livro ajude a conscientizar sobre o cuidado que devemos ter para preservá-la”, diz Moreira.

R$37,00

ISBN 978-85-87306-37-1
Ano: 2011
Número de páginas: 32
Formato: 18 x 25 cm
Peso: 143g

Neste livro Moreira de Acopiara relembra sua adolescência, quando desfrutava da riqueza e da diversidade da nossa fauna e da nossa flora. Com pesar, ele menciona pássaros que já não cantam como antes, peixes, répteis e mamíferos que estão escassos, abelhas que produzem menos mel e algumas árvores que podem estar em risco de extinção. “Sem energia elétrica, minhas diversões de moleque eram tomar banho de açude e observar os passarinhos que iam bicar as plantas no terreiro de casa. Acho que com esse livro os leitores vão ter uma idéia de como é levar a vida bem perto da natureza, vão ver como ela é rica e variada e espero que o livro ajude a conscientizar sobre o cuidado que devemos ter para preservá-la”, diz Moreira.

No final do livro, alguns bichos e plantas citados no poema são destacados com seus respectivos nomes, como um estímulo para que o leitor pesquise sobre os demais.

Este poema de cordel, escrito em sextilhas de sete sílabas poéticas, mostra que cabe a todos nós, seres humanos, a tarefa de refletir e adotar um novo comportamento em relação ao meio ambiente.

Para a quarta capa o autor preparou três estrofes na forma de décimas de sete sílabas poéticas, no mote “A natureza agredida / Pede pra ser respeitada”.

 Indicado para 1º a 7º ano do Ensino Fundamental para trabalhar questões ligadas a meio ambiente, à riqueza de nossa fauna e flora e, principalmente à responsabilidade que todos nós temos com a preservação da natureza. Possibilita trabalhar poesia de cordel, criação de poemas de cordel, a rima e a métrica próprias dessa forma literária. Pode ser trabalhado de forma interdisciplinar nas aulas de Língua Portuguesa, Ciências e Geografia.

 

 

 

 

Peso 143 g
Dimensões 18 × 25 cm
Autor(a)

Moreira de Acopiara

Ilustrador

Rafael Limaverde

Avaliações

Sem avaliações no momento.

Seja o primeiro a avaliar “A natureza agredida Pede pra ser respeitada”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *